Blog

Estoque virtual (cross-docking) para e-commerce

06 Novembro 2017
Avalie este item
(0 votos)
Estoque virtual (cross-docking) para e-commerce

Uma das primeiras questões que se apresentam quando decidimos entrar no ramo de e-commerce é: e o estoque? Quanto devo investir? Será que tenho espaço para armazenar meus produtos?

Muitas pessoas desistem da ideia de ter seu próprio negócio online por conta da falta de espaço para armazenamento dos seus produtos, ou por não ter dinheiro para investir inicialmente.

Então trouxemos esse artigo para esclarecer como funciona o estoque virtual para e-commerce e mostrar que a questão do estoque não precisa ser mais um problema para se lidar quando você for abrir sua loja online.

Ao contrário de uma loja física tradicional, onde para efetuar a venda você necessita ter os produtos à mão, numa loja virtual é possível vender com pouco ou até mesmo nenhum estoque disponível.

A eficiência do seu e-commerce depende diretamente da sua capacidade de gerir o estoque da sua loja, bem como o tempo de entrega dos produtos. Tenha em mente que grande parte das compras são canceladas devido a atrasos, então foque na sua logística interna para oferecer sempre a melhor experiência de compra aos seus clientes.

Como posso iniciar minha loja virtual sem estoque?

Cross-docking, que de acordo com o Wikipedia é o “processo de distribuição em que a mercadoria recebida é redirecionada sem uma armazenagem prévia”, é como chamamos essa alternativa.

Quando se adota o processo de cross-docking é importante ter em mente que as ações da sua cadeia de suprimentos precisam estar cuidadosamente sincronizadas para que o produto chegue no prazo até o cliente.

Além disso, estude o tipo de produto que você deseja vender e se o mesmo se encaixa no estilo de vendas por cross-docking. Geralmente produtos muito valiosos ou de fabricação artesanal possuem um prazo para produção, o que pode atrapalhar suas vendas.

Vantagens que o cross-docking oferece:

Gastos com estoque praticamente nulos: você não vai precisa de nenhum espaço para armazenamento dos produtos, então não haverá gastos. No máximo você utilizaria um espaço para receber as mercadorias do fornecedor e encaminhar para os clientes, nesse caso não há necessidade de dedicar um espaço exclusivo para essa atividade.

Agilidade: a sua loja trabalhará basicamente como um centro de distribuição, ou seja, a mercadoria é encaminhada quase que diretamente do seu fornecedor até o cliente, o que reduz bastante o prazo de entrega. Afinal de contas, esse é o objetivo do cross-docking.

Não há falta de estoque: você vai trabalhar com o estoque do seu fornecedor, então a possibilidade de faltar algum produto para pronta entrega é realmente quase nula. Claro que alguns cuidados devem ser tomados, como monitoramento dos níveis de estoque do fornecedor (para você também não ficar na mão).

Formas de trabalhar com o cross-docking:

Opção de vendas just-in-time: essa é a forma de venda onde você trabalha com o estoque do seu fornecedor. Pode custar um pouco a mais, devido ao fato de que você mesmo coletaria essa mercadoria para revenda. Apesar desse custo extra, é possível economizar através dessa prática e investir em outros pontos do seu negócio.

Drop-shipping: nessa opção o fornecedor fica responsável pela preparação e envio da mercadoria. Parece simples, porém para fazer dar certo essa estratégia, é preciso ter uma ótima relação com seu fornecedor e saber os produtos disponíveis no estoque.

Se for optar pelo drop-shipping, procure fornecedores mais conhecidos e confiáveis.

Estratégia de negociação à prazo: nessa opção você compra uma quantidade não muito grande de um determinado produto, e paga parcelado. É trabalhar com o dinheiro do fornecedor - você revende os produtos e ainda tem alguns dias antes do pagamento aos fornecedores.

Outras considerações para quem deseja trabalhar com estoque virtual ou cross-docking:

Invista em um ERP

A chave do funcionamento do cross-docking está na organização do fluxo de mercadorias da loja, por isso o investimento em um Enterprise Resource Planning (ERP) pode ser muito útil. Através desse tipo de programa de gestão de informações é possível organizar e sincronizar o fluxo de operações da sua empresa.

Esteja preparado (e se for o caso, sua equipe também)

Saber gerir as atividades da empresa, conseguir se comunicar de forma eficiente com os fornecedores e clientes, e controlar a demanda de pedidos da loja deve ser uma prioridade para que o cross-docking funcione bem.

Saiba negociar com seus fornecedores

A estratégia de cross-docking é suportada basicamente pelos seus fornecedores. De que adianta investir numa estratégia assim sem uma boa relação com eles? O funcionamento do seu serviço depende dos seus fornecedores, então escolha sempre os melhores.

Constante evolução

Esteja sempre atento a novas técnicas e estratégias que o ajudem a melhorar a experiência de compra dos seus clientes, é fundamental!

 

Última modificação em Quarta, 01 Novembro 2017 08:50
Rafael Carmo

Sou Diretor e Programador da Informatiza. Trabalho com Marketing Digital desde 2006 e sou especializado em desenvolvimento de Sites e E-commerce em Joomla.

E-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). O seu e-mail não será publicado.

Banner Site Delta
Cadastre-se agora

Cadastre em nossa Newsletter e receba conteúdos e dicas grátis sobre marketing digital em seu e-mail semanalmente.

Pesquisar

Cases de sucesso

Curta nossa Fan Page

Siga nosso Twitter

Onde estamos

Rua José Otaviano Vieira Mosqueira, 112/301

Guarapiranga, Ponte Nova-MG - Brasil

  31 3881-6663  31 3817-1232  31 3881-5708

31 99999-3779  31 98767-0541 

 31 98300-3201  31 97306-6978

E-mail: informatiza@informatizaweb.com.br

Horário de atendimento:  

Seg. à sex. das 8:00 hs às 18:00 hs