Blog

Melhores produtos para vender pela internet

Avalie este item
(1 Voto)
Melhores produtos para vender pela internet

Muitas pessoas têm o sonho de começar a empreender. E, se há alguns anos atrás abrir o próprio negócio era muito difícil e exigia uma boa quantia de dinheiro para começar, hoje com a internet, tudo ficou muito mais fácil.

Sem dúvidas, podemos dizer que a internet facilitou e até mesmo revolucionou a maneira de se comercializar produtos nos últimos anos. E com isso, acabou abrindo portas para um número cada vez maior de empresas e mesmo empreendedores individuais.

A cada dia que passa, o comércio online cresce ainda mais, mesmo com a crise econômica que se instalou no Brasil nos últimos anos. E hoje, segundo dados estatísticos, mais da metade dos consumidores brasileiros prefere comprar produtos pela internet a ir até uma loja física.

Por isso, abrir um e-commerce de produtos físicos pode ser uma ótima forma de começar a empreender. Se você ficou interessado, confira abaixo nossas dicas de quais são os melhores produtos para vender online em 2017.


Produtos mais vendidos online em 2016

Um dos principais cuidados que se tem de tomar na hora de começar nesse ramo, no entanto, é escolher os produtos certos, que tenham uma grande procura por parte do consumidor.

E para saber o que os consumidores estão procurando, nada melhor do que saber o que foi mais vendido no ano de 2016. Confira abaixo quais foram as categorias mais vendidas em relação ao número de pedidos, segundo dados divulgados pela Ebit:

1. Moda e acessórios

O comércio relacionado ao segmento de moda e acessórios ficou com o primeiro lugar da lista, alcançando 13,6% do total, em quantidade de pedidos.

Um dos grandes benefícios é que para começar um e-commerce na área de moda e acessórios o investimento inicial não é muito grande, se comparado a outras categorias.

Este segmento é muito abrangente e pode ser subdividido em muitas categorias, além de moda feminina ou masculina. Portanto, o segredo para se trabalhar com moda e acessórios é delimitar bem o público e investir em ações de marketing para alcançar este público específico.

2. Eletrodomésticos

Em segundo lugar, ficou a categoria de eletrodomésticos, com 13,1% do total do número de pedidos.

Essa categoria, por sua vez, envolve um público mais generalizado, além disso, como os valores dos produtos costumam ser maiores do que da categoria acima, o lucro também costuma ser maior.

E a prova disso é que em relação ao faturamento total, a categoria de eletrodomésticos ficou em primeiro lugar, alcançando a marca de 23% do comércio eletrônico em 2016.

No entanto, abrir um e-commerce que venda eletrodomésticos exige um investimento muito maior no início se comparado com a categoria moda e acessórios.

3. Livros, assinaturas e apostilas

Para a surpresa de muitas pessoas, a terceira categoria com maior número de pedidos no ano de 2016 foi a de livros, assinaturas e apostilas, com 12,2%. Essa categoria que subiu do quinto lugar em 2015 para o terceiro lugar em 2016 promete continuar crescendo.

Nessa categoria, assim como na categoria de moda e acessórios o investimento inicial não precisa ser tão grande, no entanto, o público também tem os mais variados gostos, o que exige muita pesquisa de mercado antes de começar e um grande trabalho de marketing para alcançar o público certo.

4. Saúde, cosméticos e perfumaria

Em quarto lugar, ficou a categoria de saúde, cosméticos e perfumaria, com 11,2% do total do número de pedidos. Assim como as categorias de moda e livros, essa categoria também pode ser subdivida em muitas outras, como por exemplo, os ramos de suplementos alimentares ou maquiagem, que estão muito em alta atualmente.

De forma semelhante, o investimento inicial também não é alto dependendo do ramo que se queira trabalhar dentro dessa categoria e também da maneira como se queira trabalhar, seja revendendo produtos de marcas conhecidas ou criando a própria marca.

5. Telefonia e celulares

A categoria de telefonia e celulares alcançou a marca de 10,3% do total de pedidos no ano de 2016. E a tendência é que esse número continue crescendo nos próximos anos, já que a cada ano que passa, os brasileiros trocam de celular com maior frequência.

Nesta categoria, o público também é mais generalizado, já que hoje, segundo afirmam diversas pesquisas, 9 em cada 10 brasileiros já possui um celular. Já em relação ao investimento exigido, ele é de médio a alto.

Com esses dados, já é possível ter algumas idéias de quais são os melhores produtos físicos para se vender online no ano de 2017. No entanto, antes de começar qualquer negócio, é preciso fazer uma pesquisa de mercado bastante abrangente. Dessa forma, as chances de se obter sucesso com o novo empreendimento são muito maiores. Quer abrir o seu próprio negócio na internet? Clique aqui e solicite um orçamento para criar a sua loja virtual.

 

Última modificação em Sábado, 11 Março 2017 10:18
Rafael Carmo

Sou Diretor e Programador da Informatiza. Trabalho com Marketing Digital desde 2006 e sou especializado em desenvolvimento de Sites e E-commerce em Joomla.

E-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). O seu e-mail não será publicado.

Banner Aplicativos
Cadastre-se agora

Cadastre em nossa Newsletter e receba conteúdos e dicas grátis sobre marketing digital em seu e-mail semanalmente.

Pesquisar

Cases de sucesso

Curta nossa Fan Page

Siga nosso Twitter

Onde estamos

Rua José Otaviano Vieira Mosqueira, 112/301

Guarapiranga, Ponte Nova-MG - Brasil

  31 3881-6663  31 3817-1232  31 3881-5708

31 99999-3779  31 98767-0541 

 31 98300-3201  31 97306-6978

E-mail: informatiza@informatizaweb.com.br

Horário de atendimento:  

Seg. à sex. das 8:00 hs às 18:00 hs